Arquivo

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Dúvido que seja a única a não partilhar este dia com mais ninguém, mas sinceramente para mim não passa de uma terça feira. A verdade é que este cliché é uma filosofia bem verdadeira, e o dia dos namorados deve realizar-se todos os dias, em cada gesto, em cada palavra proferida. Sempre achei que eram estas as coisas que valorizavam um amor, que curavam uma alma em qualquer circunstância. Não é uma data que o deve enaltecer, mas sim o dia a dia e o valor que merece deve ser constante. Provavelmente, parece-vos a teoria de quem está mais que solitária mas a verdade é que não sei sequer se gostaria de estar de outra forma.

De qualquer maneira, Feliz Dia de S. Valentim!